Connect with us

destaque

Bocalom sanciona lei que inclui o Círio de Nazaré no calendário turístico de Rio Branco

Published

on

Iniciou-se na noite de sábado (7) o Círio de Nazaré, uma celebração religiosa de grande significado para os devotos da Santa. A cerimônia ocorreu na Catedral de Nossa Senhora de Nazaré, no centro da capital acreana, com uma emocionante missa presidida pelo reitor da Catedral, Manoel Costa, e a presença de muitos fiéis que se uniram em louvores e cânticos que fazem parte deste ritual anual.

Um dos momentos destacados da cerimônia foi a entrada triunfal da imagem da Santa, que a cada ano é vestida com um novo manto. Além do manto atual, foram apresentados os outros 24 utilizados em anos anteriores, em homenagem à longa história deste evento religioso.

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, não apenas participou da celebração, mas também sancionou a lei que inclui o Círio de Nazaré no calendário turístico oficial da prefeitura. Isso garante que a tradição continue a iluminar os corações dos devotos. Bocalom expressou sua fé em Deus e sua devoção a Nossa Senhora de Nazaré, destacando que sancionar essa lei é uma grande satisfação para ele, especialmente por ser um devoto da santa.

“Eu fiz isso, continuarei sempre fazendo o que for necessário para que possamos continuar despertando a fé em nosso povo, e Nossa Senhora, para mim, é minha rainha, minha mãe. Não teria como eu não atender a um pedido de nossa querida igreja, especialmente do nosso querido Padre Manoel”, afirmou Bocalom.

O Círio de Nazaré continuará com sua programação nos próximos dias. Para o Padre Manoel Costa, a lei municipal fortalece o espírito de fraternidade e de família.

“Esta Lei Municipal fortalece esse espírito de fraternidade, de família, e ainda mais favorecerá com que essa congregação dos cristãos movimente os que vêm dos municípios, outras cidades, de outros estados, e com a graça de Deus, também daremos nossa contribuição na parte social dessa cidade, através do chamado do evangelho, que é servir ao irmão, servir ao próximo, estender a mão ao outro”, afirmou o padre.