Connect with us

destaque

Governadora em exercício defende a democracia e união das instituições na abertura do Ano Judiciário

Published

on

O Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) realizou a abertura do Ano Judiciário nesta sexta-feira, 3. A sessão solene ocorreu na sede da instituição, em Rio Branco, e contou com a participação da governadora em exercício do Estado, Mailza.

Ao fazer a leitura da mensagem governamental, a gestora defendeu a união entre os poderes constituídos como fundamental para a democracia e, consequentemente, o desenvolvimento da sociedade.

“Contamos com um judiciário independente, fortalecido e que olha na mesma direção do governo do Estado, prezando pelo bem-estar e a justiça social do povo acreano. Uma justiça fortalecida é símbolo de democracia e cidadania em ação”, frisou.

Mailza enalteceu, ainda, a parceria exitosa entre o governo do Estado e o Tribunal de Justiça. “Destaco a reforma de comarcas em todo o Acre e a qualificação e valorização dos servidores”, pontuou.

O reinício das atividades foi celebrado pela desembargadora-presidente Waldirene Cordeiro. “É com muita alegria que iniciamos os nossos trabalhos em 2023 e aproveitamos esta data para conceder a maior honraria ao Poder Judiciário acreano”, ressaltou.

Na oportunidade, o TJ-AC fez a entrega das medalhas de Ordem ao Mérito do Judiciário. Foram homenageados os juízes de direito Andréa Brito, Leandro Gross e Lois Arruda; o servidor aposentado, ex-diretor administrativo da instituição, Jerônimo D’Albuquerque; a servidora e diretora de Logística, Alesandra Araújo; e o advogado Sérgio Quintanilha (em memória).

A solenidade também contou com a participação do procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Acre, Danilo Lovisaro; do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre, Rodrigo Aiache; e da ex-desembargadora Izaura Maia; entre outras autoridades.

Fonte: Agência de Notícias do Acre