Connect with us

destaque

Prefeitura de Cruzeiro do Sul apoia V Festival Junino no Complexo Esportivo

Published

on

A Prefeitura de Cruzeiro do Sul, com apoio cultural, promoveu no último sábado, 29, o V Festival Junino no Complexo Esportivo. O evento contou com grande participação do público e destacou diversas atrações locais.

O festival incluiu apresentações da cantora Vanete Lima, DJ Magnum, grupo de dança Triplo X e grupo de dança Explosão de Ritmo. Houve também três concursos: “Mió prato junino”, “mió carta correio elegante” e “mió traje”, além da venda de comidas e bebidas típicas.

Premiações em dinheiro foram distribuídas, com mil reais para cada uma das três quadrilhas participantes, além do primeiro lugar no concurso de melhor traje junino. Os melhores pratos também receberam prêmios divididos entre o primeiro, segundo e terceiro lugar.

Picácio Vargas, morador de Cruzeiro do Sul, comentou sobre a inovação do evento: “O festival atrai muitas pessoas, então trazer para o complexo esportivo foi uma ótima ideia. É um espaço grande, com diversas atividades. Estou gostando muito e espero que tenha mais eventos como esse nesse lugar.”

Jamiely Rodrigues, participante do festival, ressaltou a alegria das crianças e a programação diversificada: “As crianças estão se divertindo bastante e gostando da festa. É uma ótima oportunidade para reunir a família e apreciar as atrações.”

Marcos Martins, conhecido como Careca, coordenador da quadrilha São Francisco na Roça de Guajará, destacou a importância da cultura junina: “Todos os anos que somos convidados, fazemos questão de participar. Gostamos de divulgar o nosso trabalho e apresentar o que sabemos fazer que é dançar quadrilha. Estamos com três meses de preparação e dançamos com o tema Encantos do Juruá.”

Aldemir Maciel, Secretário de Cultura, refletiu sobre a relevância do evento: “Este ano tivemos a participação de três quadrilhas, incluindo a Quadrilhoucos, com apoio da Lei Paulo Gustavo. Procuramos fortalecer e crescer a cultura junina. O Festival Junino é uma realidade e, se Deus quiser, vamos fazer muitos mais festivais.”