Connect with us

destaque

Bocalom destaca importância da vacinação contra a dengue em Rio Branco

Published

on

O Prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, anunciou a abertura oficial do mutirão de vacinação contra a dengue na capital neste sábado (13). O evento contou com dez unidades de saúde funcionando das 8h às 17h para facilitar o acesso das crianças e adolescentes entre 10 e 16 anos às vacinas.

As sete Unidades de Referência em Atenção Primária (Uraps) que participaram foram Hidalgo de Lima, Rozângela Pimentel, São Francisco, Vila Ivonete, Roney Meireles, Cláudia Vitorino e Eduardo Assmar. Além destas, as três Unidades de Saúde da Família (USFs) Francisco Constâncio, Maria Áurea Vilela e Manoel Alves Bezerra também disponibilizaram a vacina.

Advertisement

De acordo com Socorro Martins, diretora de Saúde, a escolha do sábado para o “dia D” visa facilitar a logística para as famílias, permitindo que os pais que trabalham durante a semana possam levar seus filhos para vacinar.

“A partir de segunda-feira, essas unidades continuarão disponibilizando a vacina, dada a quantidade limitada disponível para uma população grande. É essencial que os pais procurem as unidades o quanto antes para garantir a vacinação dos filhos,” informou Martins.

O Prefeito Bocalom enfatizou a seriedade do combate ao mosquito transmissor da dengue e a importância da vacinação. “Em 2021, a dengue foi responsável pela morte de três pessoas apenas em Rio Branco. Não queremos que isso se repita por descuido. A vacinação é crucial e deve ser entendida como tal pela nossa população jovem,” declarou Bocalom.

Advertisement

Franciane dos Santos, mãe de Adryan Moura, 10 anos, compartilhou sua experiência pessoal, enfatizando a importância da prevenção. “É muito importante manter a vacinação em dia. Já vi o sofrimento que a dengue pode causar e se meu filho estiver vacinado, mesmo que seja infectado, a doença será menos grave,” disse Santos.

Este mutirão é parte das iniciativas da prefeitura para intensificar as ações de saúde pública e garantir o bem-estar dos jovens de Rio Branco diante de ameaças à saúde como a dengue.

Advertisement