Connect with us

destaque

Casamento indígena une culturas sob a presença do governador Gladson Cameli

Published

on

O governador Gladson Cameli marcou presença na celebração do casamento entre Raine Wenki Piyãko e Rosane Txukukatxi, ocorrido na Terra Indígena Puyanawa, em Mâncio Lima. O evento, que uniu filhos de lideranças dos povos Ashaninka e Puyanawa, destacou-se pela rica tradição cultural e pela significativa presença de centenas de indígenas e visitantes de várias partes do mundo.

Expressando seu apoio ao evento, Cameli ressaltou a importância da união para o movimento indígena e para a promoção da paz. “Quis prestigiar a união de Rosane Puyanawa e Raine Ashaninka porque representa um importante momento para o movimento indígena do nosso estado. Mais que um casamento, quando duas importantes etnias se alinham através do amor de dois jovens, começamos a ter esperança de mudanças na nossa sociedade como um todo,” afirmou o governador, sublinhando a união como fundamento para um futuro de prosperidade e harmonia.

A cerimônia, que teve lugar no Centro Cultural da Aldeia, contou com rituais tradicionais liderados pelo Cacique Joel Puyanawa, incluindo a troca de símbolos que representam a ancestralidade e a espiritualidade das nações indígenas, além do uso de cocares e urucum para pinturas corporais.

Benki Piyãko, uma das lideranças Ashaninka e pai de Raine, compartilhou um momento de reflexão sobre o significado do casamento para as comunidades envolvidas. “Este momento é especial para Ashaninka e Puyanawa. Os dois jovens que se casam precisarão assumir a responsabilidade e o compromisso que aqui está sendo firmado para uma nova família. É preciso dar o melhor de vocês. Esta é uma construção de vidas que tornará a união entre nossos povos muito mais forte para enfrentarmos os desafios destes tempos que vivemos,” declarou Benki, destacando o papel do casamento na fortificação das relações entre comunidades.

Advertisement