Connect with us

destaque

Em diálogo com governo Federal, Bocalom busca apoio em Brasília

Published

on

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, e o diretor-presidente do Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco (Saerb), Enoque Pereira, estão em Brasília para acompanhar o andamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que financia obras de água e esgoto na capital acreana.

Na manhã desta quinta-feira, participaram de uma reunião no Ministério das Cidades com Gilson Pires da Silva e Cássio Felipe Bueno, coordenadores de Repasses a Empreendimentos de Água e Esgoto e de Financiamento ao Setor Público, respectivamente. Durante o encontro, foi projetada a aprovação da liberação de R$ 101 milhões para o projeto em Rio Branco, cujo valor total inscrito no PAC supera os R$ 200 milhões.

Advertisement

Na quarta-feira, o Ministro de Integração e Desenvolvimento Regional, Waldez Goes, reconheceu a situação de emergência na Estação de Tratamento de Água e Esgoto de Rio Branco (ETA) II, que foi publicada no Diário Oficial da União. A estação, responsável por distribuir 60% da água tratada na cidade, enfrenta problemas graves devido à erosão.

O prefeito expressou sua gratidão: “Nosso agradecimento de coração tanto ao Ministro Waldez Goes e ao secretário nacional Wolnei Wolff por esse reconhecimento. Agora a gente vai poder buscar o recurso necessário para podermos colocar bombas novas e resolver o problema, pelo menos por enquanto, para não termos o colapso do sistema”.

Advertisement