Connect with us

destaque

Startups acreanas têm oportunidade de Inovação Sustentável na Região Amazônica

Published

on

Startups do Acre e de toda a região amazônica têm até 7 de novembro para se inscrever no módulo Tração do Programa Inova Amazônia. O programa, executado pelo Sebrae em parceria com o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP), busca impulsionar o desenvolvimento de empreendimentos inovadores no campo da bioeconomia, com projetos voltados para o uso sustentável dos recursos naturais da biodiversidade.

Para participar do edital, os pequenos negócios formalizados já devem estar em operação e faturando. As áreas contempladas na seleção são: alimentos; agricultura; aquicultura e pesca; bebidas; biocombustíveis; bioenergia; bioplásticos e embalagens; casa e construção; ecodesign; ecoturismo; farmoquímico e farmacêutico; fitoterápicos e nutracêuticos; florestas; higiene, perfumaria e cosméticos; indústria têxtil e moda; química e novos materiais; e tecnologia da informação e logística. Inscreva-se aqui: https://programas.sebraestartups.com.br/in/inovaamazonia23tr

Advertisement

No total, serão selecionados até 180 projetos – 20 em cada estado da Amazônia Legal (Acre, Amazonas, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins). Os escolhidos receberão capacitações e mentorias (on-line e presencial), além de participarem de eventos do setor de inovação, e uma bolsa de R$ 6,5 mil pelo período de até seis meses, que será repassada ao coordenador da equipe.

O objetivo é estimular modelos de negócio voltados à preservação, conservação ou utilização sustentável de recursos naturais da Amazônia Legal, além de transformar a realidade da população local por meio dos pequenos negócios. Essas empresas poderão agregar valor aos seus produtos e fortalecer o seu ecossistema por meio da conexão com empreendedores de todo o país.

Inova Amazônia

Advertisement

O programa é uma estratégia focada em fomentar, apoiar e desenvolver pequenos negócios, startups, empreendimentos e ideias inovadoras alinhadas à bioeconomia, que tenham como premissa a atuação direta ou indireta para preservação ou uso sustentável dos recursos da biodiversidade do bioma. No total, já foram investidos R$ 23 milhões em ações de aceleração, bolsas, eventos, Sebraetec e missões internacionais.

Advertisement