Connect with us

Esporte

Flamengo pinta outra vez a América de vermelho e preto e se consagra tricampeão da Libertadores 

Published

on

O roteiro foi mais tranquilo que em 2019, mas a vitória também foi magra e teve o mesmo herói, Gabigol, que ainda no primeiro tempo deu números finais ao jogo. 1 para o Flamengo e 0 para o Atlético Paranaense.

O Furacão começou com uma forte marcação individual armada pelo técnico Luiz Felipe Scolari, faltava espaço e o Flamengo não conseguia encaixar seu jogo de toque de bola.

Advertisement

O lance capital veio com a expulsão, merecida e sem discussão, do zagueiro Pedro Henrique. A partir daí os espaços apareceram e, após o passe de Everton Ribeiro, um dos melhores em campo, Gabigol surge para completar para o gol e confirmar a fama de predestinado.

Advertisement