Connect with us

destaque

Prefeitura de Rio Branco lidera esforços bem-sucedidos na redução da dengue

Published

on

O Acre se destacou positivamente em meio à luta nacional contra a dengue, registrando uma queda na incidência da doença, conforme dados recentemente divulgados pelo Ministério da Saúde. Enquanto o Brasil contabiliza mais de 4,7 milhões de casos prováveis e cerca de 2,5 mil mortes, o estado conseguiu reverter a tendência de aumento por meio de estratégias eficazes de controle do vetor.

Socorro Martins, diretora da Vigilância Epidemiológica, explicou que a redução dos casos no Acre desde abril decorre de uma intensificação das ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor também do zika vírus e da chikungunya. “A principal medida foi aumentar o número de agentes de endemias nas ruas. Isso intensificou as visitas domiciliares, reduzindo significativamente o tempo entre uma visita e outra, o que permitiu abranger mais residências em menos tempo”, detalhou Martins.

Advertisement

Além do aumento do efetivo, a diretora ressaltou a colaboração dos agentes comunitários de saúde e a participação essencial da população. “Não se trata apenas de uma ação governamental ou municipal, mas sim de um esforço coletivo, onde a conscientização e colaboração da população são fundamentais para o sucesso das medidas implementadas”, afirmou.

Apesar dos resultados positivos, Martins fez questão de alertar que a vigilância deve ser mantida. “O mosquito da dengue está presente durante todo o ano. Por isso, é crucial que continuemos a adotar medidas preventivas, especialmente no que se refere ao armazenamento de água. A população deve estar atenta para manter os reservatórios bem fechados e evitar acúmulos de água parada, que são ambientes propícios para a reprodução do mosquito”, destacou.

Advertisement