Connect with us

Notícia

Rio Branco em Alerta: Cheia do Rio Acre pode causar nova enchente

Published

on

O aumento do nível do Rio Acre tem colocado em alerta a cidade de Rio Branco, capital do Acre, frente ao risco iminente de uma nova enchente. A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Defesa Civil Municipal, já ativou seu plano de contingência em resposta à possibilidade de uma nova crise. O coordenador em exercício da Defesa Civil Municipal, coronel Sandro Cassiano, enfatiza a importância de manter a vigilância e a prontidão diante dessa situação recorrente.

“O nosso plano de contingência já está vigente. Todas as secretarias estão cientes do que pode acontecer. Isso é normal na nossa região, a época de inverno, as chuvas são intensas então a qualquer momento. Se tiver alguma ocorrência, as nossas secretarias já estão em condições. Nós estamos preparados e em condições de atender qualquer evento que venha acontecer na nossa cidade de Rio Branco”, declara o coronel Sandro.

A preocupação com a cheia não é infundada. No município de Assis Brasil, situado na fronteira do Brasil com o Peru, mais de 50 famílias já foram forçadas a abandonar suas residências devido à elevação do nível do rio. O prefeito de Assis Brasil, Jerry Correia, relata o rápido avanço das águas que surpreendeu os moradores da região.

“Na terça-feira (20) ainda, a partir das 22 h, iniciou uma forte chuva que durou toda a noite e entrou pelo outro dia, então a gente começou a receber chamadas de pessoas que precisavam de auxílio. No início da tarde de ontem, o nível do rio Acre então começou a assustar e a subir rapidamente”, conta Correia.

Advertisement

O nível do rio, que alcançou 12 metros nesta quinta-feira, está próximo da cota de transbordamento de 12,50 metros. A situação é crítica não apenas para Assis Brasil, mas também ameaça as cidades de Brasiléia e Epitaciolândia, por onde o rio segue seu curso.

O Centro de Operações de Emergência da região de Madre de Dios, no Peru, emitiu um alerta de inundação, refletindo a gravidade da situação. O alerta destaca o impacto das chuvas torrenciais e a consequente elevação do nível do rio, que pode levar a transbordamentos nas horas seguintes.

Diante da crescente ameaça, o coordenador da Defesa Civil do Acre, coronel Carlos Batista, projeta que as águas podem levar pouco mais de 60 horas para atingir a capital, Rio Branco. “Essa onda vem descendo, claro se tiver mais chuvas na região dos afluentes, isso vai favorecer ainda mais uma subida aqui na capital”, afirma Batista.

A situação exige vigilância constante e preparação para responder a eventuais emergências. A cidade de Rio Branco, através de suas autoridades e da população, enfrenta mais uma vez o desafio imposto pela natureza, com a esperança de minimizar os impactos e garantir a segurança de todos.

Advertisement
Continue Reading