Connect with us

Meio ambiente

Muita fumaça! Municípios do Acre têm mais focos de queimadas no Brasil nas últimas 48 horas

Published

on

O Acre teve 404 focos de queimadas nas últimas 48 horas, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O estado ficou em segundo lugar no ranking nacional, atrás apenas do Amazonas, que teve 613 focos.

Feijó foi o município com mais focos de queimadas no Brasil, com 106. Boca do Acre, no Amazonas, ficou em segundo lugar, com 100. Tarauacá e Rio Branco, no Acre, também entraram na lista dos dez municípios com mais focos, com 74 e 42, respectivamente.

Advertisement

As queimadas geraram uma fumaça que cobriu o céu do Acre e de outros estados nos últimos dias. O ar ficou mais poluído e os problemas respiratórios aumentaram entre as pessoas. As queimadas também afetaram a biodiversidade, o solo e o clima.

De 1º a 9 de setembro, o Acre teve 976 focos de queimadas, segundo o Programa Queimadas do Inpe. O número foi cinco vezes maior que o registrado no mesmo período em agosto, quando foram 194 focos. Em todo o mês de agosto deste ano foram 1.388 focos no estado. Em julho foram 212.

Na comparação com o mesmo período de 2022, houve uma redução de 73,3% no número de focos de incêndio no Acre. Nos nove primeiros dias de setembro do ano passado foram 3.650 focos.A qualidade do ar em Rio Branco piorou nos últimos dias. Segundo os sensores do sistema Purple Air, a capital acreana chegou a ter 83 microgramas de material particulado por metro cúbico de ar. O nível recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é de até 25 microgramas.

Advertisement

Continue Reading
Advertisement