Connect with us

Comunidade

Família de criança de 11 anos do Acre cria ‘vakinha’ online para arrecadar valor para custear tratamento em São Paulo

Published

on

Diagnosticado com anemia falciforme desde os seis meses de vida, o pequeno Wallison Oliveira do Nascimento, de 11 anos, precisa realizar um transplante de medula óssea para ser curado. A anemia falciforme é uma doença genética e hereditária causada por anormalidade de hemoglobina dos glóbulos vermelhos. Eles perdem a forma de disco, ficando enrijecidos e deformados, tomando a forma de foice – daí vem o nome da doença.

Para realizar o transplante de medula óssea, a família de Wallison precisa se mudar por 2 anos para São Paulo onde o transplante deve acontecer. Uma ‘vakinha’ online foi criada para arrecadar uma quantia que será para custear transporte, moradia, comida e alguns exames.

“Tem sido muito difícil, ele tem muitas crises. Apenas neste ano de 2022, foram 9 internações e 6 transfusões de sangue. A última internação foi no dia 20 de dezembro até hoje. Ele tem muitas dores e é difícil ver ele pedindo ajuda, gritando com dor. Ele faz uso de morfina, mas o efeito só dura 1 hora e meia, depois disso não pode aplicar de novo pelo horário da medicação, mas ele sente dor e pede ajuda. É difícil”, conta Sandra, a mãe do pequeno.

De acordo com Sandra, ela fez um plano de saúde e o transplante será particular, mas há exames que o plano não cobre, além da alimentação, transporte e moradia. “Nós precisamos ficar por lá uns 2 anos, porque antes do transplante tem 5 meses de procedimentos, aí vem o transplante e após ele, temos que aguardar o processo da medula e a liberação do médico”.

Advertisement

Para ajudar Wallison, as pessoas podem doar qualquer quantia através de transferência na chave Pix (68) 99222-5200, no nome de Sandra Carneiro de Oliveira.